Segunda-Feira de AUTO – ESTIMA, por onde anda a sua ?

Segunda-Feira de AUTO – ESTIMA, por onde anda a sua ?

Miga sua lokaaaaaaaaaaa !

Início de semana e eu tô afim de falar sobre aquilo que lhe motiva a viver.

Já parou pra pensar no que é que te motiva á viver ?

Filhos, namorada, Pais, um bom emprego, viagens, dinheiro, um amor, sucesso, tudo isso pode lhe motivar a viver…

E oque estar feliz tem a ver com a minha autoestima? : Tuuuuuuuudo, afinal autoestima é o quanto uma pessoa se gosta, como ela desenvolve amor por si nas suas relações com os outros.

Gosto de pensar e usar o exemplo as palavras de um maravilhoso homem: Jesus Cristo:

“Ame ao próximo COMO a si mesmo”. Percebe o “Como a si mesmo”? Sim, como a você e não mais do que você. Compreende? Se analisarmos os ensinamentos dessas palavras, sem nenhum tipo de doutrinação religiosa, é possível perceber que desenvolver um sentimento construtivo de amor primeiro por si e para si, apenas reforça a sua autoestima. Como amar ao próximo se o mais próximo de mim sou eu mesma ?

Mas “eu me detesto”, “queria ser outra pessoa”, “ter outra vida”, “odeio meu corpo” são palavras que leio diariamente, digo até mais, todas as horas, em mensagens enviadas aqui no blog ou inbox. Percebo o quanto sofremos com essa baixa autoestima.

Mas é necessário pensar: se você não se suporta, como alguém suportaria ficar ao seu lado?

Vamos pensar além?, se o que lhe motiva a viver é a sua namorada, esposa, amigos, são seus filhos, o emprego, um carro ou  uma possível viagem, o que fazer quando algo nisso tudo dá errado ou não se mostrar mais disponível? Quando sua namorada disser que não te ama mais, por exemplo. Quando você for demitido? Quando receber uma nota baixa na escola? Quando viver no desemprego? Quando passar por um divorcio ? Ou estiver acima do peso ? Ou se sentir solitária?

E aí: você vai chorar, vai deitar na sua cama e ficar por lá? Vai entupir o whatsapp do ex até ele lhe bloquear? Vai dizer para todo mundo que o seu chefe é injusto? Passar o dia reclamando, murmurando ?

Migues vamos parar ? sabe pq ? enquanto  você continuar colocando em coisas ou pessoas a realização da sua felicidade, você não será  feliz e com isso não terá uma autoestima estável, falo por experiencia própria.

Autoestima estável é aquela em que você não se sente superior a ninguém, mas também não está tão pra baixo, tão fraca que se chega ao cumulo de se sentir um verdadeiro lixo.

Na autoestima estável você não é escravo de reconhecimento alheio. Na autoestima estável você não responsabiliza os outros pela tristeza que sente.

Na autoestima estável percebemos que existem adversidades; que é preciso perdoar o próximo, pois você, eu e todo mundo também erra e reconhece que comete deslizes – ou não? Apenas o seu vizinho, a sua amante, o motorista… esses  cometem deslizes, você não, nunca? Ah tah ! então precisa rever isso ai migues

é sempre bom lembrar que o bem que você faz hoje pode ser esquecido amanhã, faça o bem assim mesmo, sabe pq ? é uma conduta que faz bem primeiro à você. Lembra? Ame primeiro a você e depois aos outros, como a você mesmo A gente precisa sempre compreender as razões do nosso sofrimento e agir, para vencê-lo, perdoando quem tiver de ser perdoado, compreendendo quem tiver de ser compreendido. Lembre-se ninguém é digno de pena, de rancor… todos somos dignos de amor. Começando por nós mesmas.

Somente você é você. Parece óbvio, mas a gente precisa refletir mais sobre isso. Cole no espelho do quarto, no teto e leia todo dia pela manhã se precisar, mas lute pelo amor e sobretudo o próprio !

 

Priscyla Poll

Colunista Social, Escritora por amor, Historiadora interrompida, Fotógrafa Intermediária, Jornalista desde sempre, Autêntica, Maluca, Super Sincera. Decepcionando pessoas e Cometendo Erros, te desiludindo nas horas vagas.

Deixe um comentário