A longevidade de Tomie Ohtake

A longevidade de Tomie Ohtake

A longevidade de Tomie Ohtake está para a arte brasileira como a de Oscar Niemeyer para a arquitetura. Ambos tiveram o privilégio de alcançarem o centenário de vida reconhecidos por suas obras e celebrados por suas trajetórias – Tomie morreu nesta quinta-feira, aos 101 anos; Niemeyer se despediu em 2012, aos 104.

tomie_ohtake
A seu respeito escreveu Clarival do Prado Valladares: “De acordo com alguns críticos, a pintura de Tomie Ohtake corresponde a um dos pontos mais elevados do abstracionismo já produzido no Brasil. (…) Quando observamos as grandes manchas das telas de Tomie Ohtake percorrerem quase o imensurável das variações tonais de uma cor básica, ocupando uma superfície como se todo universo se resolvesse naquela experiência e naquele momento, sentimo-nos bem próximos de uma exegese da pintura.”

Priscyla Poll

Colunista Social, Escritora por amor, Historiadora interrompida, Fotógrafa Intermediária, Jornalista desde sempre, Autêntica, Maluca, Super Sincera. Decepcionando pessoas e Cometendo Erros, te desiludindo nas horas vagas.

Related Posts
Deixe um comentário