Re)considere

Re)considere

Consideração é um dos sentimentos mais nobres das relações humanas. Exige extrema sensibilidade, exige a capacidade de ponderar, de levar em conta. Mas não qualquer coisa, é levar o outro em conta, é levar o que o outro sente em conta.

Considerar não é uma atitude difícil, o que torna o ato tão escasso é a falta de capacidade de olhar para o outro sem que ele peça que você faça. É um ato que exige enxergar através, é saber ler as entrelinhas, é pensar no que faria o outro se sentir considerado, levado em conta.

É tão complexo que muitas vezes você precisa ponderar e interpretar o que nunca foi dito – por isso é importante conhecer o outro, saber o que o faria feliz, ou então ter a capacidade de se por no lugar dele… Algo tão simples e óbvio, mas quantas vezes é necessário pedir?

Ter consideração é fazer para o outro algo que você não é obrigado, não lhe foi solicitado, mas ele gostaria muito se você fizesse; algo que seja percebido e sentido como um sussurro no ouvido: eu realmente me importo. Perceber que o outro se importa não tem preço. Perceber que não, tem.

Infelizmente, a maioria só percebe que está pagando quando o outro já não faz mais questão de ser levado em conta… E a indiferença e o adeus caminham lado a lado.

Priscyla Poll

Colunista Social, Escritora por amor, Historiadora interrompida, Fotógrafa Intermediária, Jornalista desde sempre, Autêntica, Maluca, Super Sincera. Decepcionando pessoas e Cometendo Erros, te desiludindo nas horas vagas.

Related Posts
Deixe um comentário